1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>
Segunda, 16 de Julho de 2018

As Feiras – encontro da diversidade artística

PDF Imprimir E-mail

Qua, 04 de Novembro de 2009 15:31

14parade1aParada de feira ou parade – precursoras da passeata circense

Parada de feira ou parade se caracterizava pela exibição dos artistas pelas ruas e demais espaços públicos da cidade, acompanhados muitas vezes de música e exibição de habilidades.
Alguns grupos realizavam as paradas enfrente ao próprio local com intuito de anunciar o que iria acontecer nos espetáculos dentro das barracas, dos teatros de feira. Os que se apresentavam nos espaços públicos a céu aberto, também faziam as paradas como passeatas.
Como tudo o mais, a parada de feira não ficou restrita aos teatros de feira: esta estratégia será apropriada posteriormente por outras manifestações artísticas, e dentre essas talvez as mais conhecidas sejam as paradas e cortejos circenses, permanecendo viva até a atualidade. Para os artistas brasileiros era e é chama de passeata: no correr do dia da estréia, em geral à noite e nas sextas-feiras, toda a companhia, mas toda mesmo incluindo os empregados que não eram artistas, vestiam-se com figurinos e desfilavam pelas principais ruas dos bairros, vilas e cidades. Caso a companhia tivesse animais, estes se selvagem desfilavam em suas jaulas. Quando ainda não tinha transportes automotivos, as passeatas eram realizadas a pé e os animais transportados em carros de bois. Quando há transportes de caminhões, por exemplo, uma parte dos artistas e animais desfilavam nas carrocerias e outra a pé nas ruas.


Fonte da imagem: Monica J. Renevey – “Nuit médiévale et renaissance”, in Lê Grande Livre du Cirque. Genève: Edito-Service S.A. – Bibliothèque des Arts. 1977 – Volume I, pp. 31-52, p. 47.


<< voltar para a Linha do Tempo


 

 

 



 

 

 
Painel de entrevistas

jose_rubens_peq
José Rubens
Thumb_lily
Lily Curcio
thumb_chacovachi
Payaso Chacovachi
Argentina
thumb_muralla
Teatro la Muralla
Equador
thumb_museo
Teatromuseo
Chile





Erminia em entrevista no Jô

(+) entrevista na íntegra

Parceiros

As Marias da Graça (Rio de Janeiro - RJ)
Centro de Memória do Circo (São Paulo - SP)
El Circense (Buenos Aires - Argentina)
Encontro de Bastidor (Brasília - DF)
Escola Nacional de Circo (Rio de Janeiro - RJ)
Instituto de Ecocidadania Juriti (Juazeiro do Norte - CE)
Intrépida Trupe (Rio de Janeiro - RJ)
Panis & Circus (São Paulo - SP)
Teatro de Anônimo (Rio de Janeiro - RJ)